segunda-feira, 5 de junho de 2017

Junho é o mês dedicado ao Sagrado Coração de Jesus, tempo forte de oração e devoção. É um tempo favorável para aprofundarmos nossa espiritualidade e aumentar o nosso amor por Jesus.
Fonte de toda a Consolação
Neste mês de junho, dedicado ao divino Coração, convidamos a procurar penetrar a mensagem de amor contida nesse Sagrado Coração.
“Eis o Coração que tanto amou os homens”
Numa de suas aparições a Santa Margarida Maria, Nosso Senhor mostrava- se transbordante de luz e com uma expressão repleta de bondade e misericórdia. Apontando seu próprio Coração, Ele transmitiu-lhe esta queixa afetuosa: “Eis o Coração que tanto amou os homens, que nada poupou até Se esgotar e consumir para lhes testemunhar seu amor, e que, como retribuição, da maior parte só recebe ingratidões”.
Como essa revelação deveria deixar- nos consternados! É verdade que Ele nos ama acima de toda medida e que é impossível a cada um de nós, simples criatura, retribuir com igual intensidade. Entretanto, a questão é saber se nós O amamos tanto quanto nos permite nossa capacidade de amar. Certamente, se nos entregássemos por inteiro a seu amor, ajudados por sua graça, nosso coração palpitaria em uníssono com o d’Ele, nós nos enterneceríamos com Ele, sentiríamos como Ele e – por que não? – sofreríamos por Ele.
Esse deve ser o anelo da alma católica.
Fonte: 
Trecho da meditação sobre o Sagrado Coração de Jesus, Prof. Felipe Aquino

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.

Últimas Postagens