quarta-feira, 25 de dezembro de 2013


Menino das palhas, Menino Jesus,
Menino de Maria, aqui estou diante de ti.
Tu vieste de mansinho, na calada da noite, 
no silêncio das coisas que não fazem ruído. 

Tu é o Menino amável e santíssimo,
deitado nas palhas porque não havia lugar
para ti nas casas dos homens 
tão ocupados e tão cheios de si. 

Dá a meus lábios a doçura do mel
e à minha voz o brilho do cantar da cotovia,
para dizer que vieste encher de sentido 
os dias de minha vida. 

Não estou mais só: tu és o nosso companheiro
de minha vida. Tu choras as minhas lágrimas
e tu te alegras com minhas alegrias 
porque tu és meu irmão. 

Tu vieste te instalar feito um posseiro
dentro de mim e não quero que teu lugar
seja ocupado pelo egoísmo que me mata 
e me aniquila, pelo orgulho que sobe à cabeça, 
pelo desespero. 

Sei, Menino de Maria, que a partir de agora,
não há mais razão para desesperar
porque Deus grande, belo, 
Deus magnífico e altíssimo 
se tornou meu irmão. 

Santa Maria, Mãe do Senhor e Palácio de Deus,
tu estás perto do Menino que envolves
em paninhos quentes. 

José, bom José, carpinteiro de mãos duras,
e guarda de meu Menino das Palhas,
protege esse Deus que se tornou 
mendigo de nosso amor. 

Menino Jesus,
Hoje é festa de claridade e dia de luz.
Tu nasceste para os homens na terra de Belém.

FONTE: CLICK AQUI.

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.

Últimas Postagens